sexta-feira, 2 de setembro de 2011

1 DÓLAR E 11 CENTAVOS POR UM MILAGRE


Jefferson Magno Costa


     Uma garotinha de 6 anos ouviu os pais dizerem que não tinham dinheiro para pagar a cirurgia que seria necessário fazer na cabeça do irmãozinho mais novo. Só um milagre poderia salvá-lo.
     Imediatamente a garotinha foi para o seu quarto, esvaziou o cofrinho, contou as moedas, fechou-as na mão e saiu para a farmácia.
     O farmacêutico estava conversando distraidamente com um homem. Ela esperou. Quando percebeu que não seria notada, pigarreou, tossiu, esfregou os pés no chão, levantou o bracinho, e finalmente bateu com uma moeda no vidro.
     — O que você quer, menina? Não vê que estou ocupado conversando com meu irmão que não vejo há muitos anos? — disse-lhe o farmacêutico.
     — Eu também quero lhe falar sobre o meu irmão. Ele está muito doente. Quero comprar um milagre para ele — respondeu a menininha erguendo-se na ponta dos pés para ver melhor o rosto do homem do outro lado do balcão.
     — Um milagre?
     — Sim. Quanto custa? É para o Andrew. Ele está com uma coisa muito ruim crescendo dentro da cabeça, e papai disse que só um milagre pode curá-lo. Se o dinheiro que eu tenho aqui não der para pagar, posso vender minhas bonecas e conseguir o restante. Quanto custa um milagre, moço?
     — Aqui nós não vendemos milagres, menina.
     Neste momento o irmão do farmecêutico entrou na conversa e perguntou:
     — Quanto você tem para comprar o milagre?
     — Um dólar e 11 centavos.
     Aquele homem era um famoso neurocirurgião que chefiava um grande hospital em Nova Iorque. Comovido e admiradíssimo, o cirurgião disse à menininha:
     — Puxa, que coincidência! Um dólar e 11 centavos é exatamente o preço que os médicos costumam cobrar por milagres para irmãozinhos.
     Fechou as moedas na mão esquerda e deu a mão direita à menina, pedindo-lhe que o levasse à sua casa.
     Andrew foi examinado, transferido para Nova Iorque, operado, e três meses depois estava totalmente curado e livre da doença. Imensamente agradecido, porém muito preocupado, o pai do menino entrou no consultório do neurocirurgião e perguntou quanto estava devendo ao hospital e ao médico.
     — Todas as despesas já foram pagas há três meses. Custaram um dólar, 11 centavos e a fé de sua filhinha.
     Prezado leitor: O mais terrível câncer, a mais terrível doença que ataca o ser humano chama-se pecado. Porém, o médico dos Médicos, Jesus Cristo, já providenciou a cura para ele: o seu próprio sangue derramado em nosso favor na cruz do Calvário. Todos nós precisamos desta cura.
     Jesus tem o poder de curar esse e todos os outros tipos de câncer, e qualquer outra doença que ataca o ser humano. E nem será necessário pagar 1 dólar e 11 centavos. É só crer. É ele, Jesus, “que perdoa todas as tuas iniquidades [pecados], e sara todas as tuas enfermidades” (Sl 103.3). Aceite-o como Salvador agora, e com a salvação você pode receber também a cura de suas doenças. Você só precisa pedir com fé e confiar. (Vá a uma igreja evangélica. O Médico dos médicos está à sua espera lá).

Jefferson Magno Costa

Um comentário:

(Clique na imagem)

(Clique na imagem)

Visitantes recentes

Top 10 Members

.

.