segunda-feira, 24 de outubro de 2011

AS MULHERES TERIAM ERRADO O LOCAL ONDE ESTAVA O VERDADEIRO TÚMULO DE JESUS, E VISITADO UM TÚMULO VAZIO, E ESPALHADO ENGANADAMENTE A NOTÍCIA DE QUE ELE RESSUSCITARA?

Jefferson Magno Costa
     Foi o historiador alemão Kirsopp Lake quem criou, no início do século 20 (em 1907), a teoria de que as mulheres que se dirigiram ao túmulo de Jesus na madrugada do domingo da Ressurreição, por estarem profundamente tristes, erraram o caminho e se dirigiram a um outro túmulo, que já estava vazio, mas não era o que pertencia a José de Arimatéia, dentro do qual o corpo de Jesus havia sido colocado.
     Daí a razão de terem imaginado que Cristo havia ressuscitado, e saírem divulgando equivocadamente a notícia de que Jesus ressuscitara. Porém, é impossível que esse engano tenha acontecido.
      Eis 6 razões que cromprovam isto:
     1) Inicialmente, devemos levar em conta que o corpo de Jesus Cristo não havia sido sepultado em um cemitério público, e sim em um sepulcro particular. Não havia, portanto, outros sepulcros para estabelecer a confusão;
     2) Por mais tristes que as mulheres pudessem estar, era impossível elas terem-se esquecido, após o curto período de menos de 72 horas (três dias), do lugar exato onde o corpo de Cristo havia sido sepultado, pois elas mesmas tinham estado presentes ao sepultamento (Mt 27.57-61; Mc 15.47; Lc 23.55). Portanto, elas jamais poderiam errar o túmulo.
     3) Mas caso as mulheres tivessem se enganado e se dirigido a um túmulo errado, os príncipes dos sacerdotes e dos fariseus teriam ido ao túmulo certo para de lá retirarem o corpo de Jesus e o apresentarem ao povo como prova de que Ele não ressuscitara. Teriam calado a boca dos discípulos para sempre. Mas eles não puderam fazer isso, porque Jesus já ressuscitara!
     4) Se as mulheres tivessem se enganado, Pedro e João, quando correram para comprovar se realmente Cristo ressuscitara, não teriam errado o túmulo (Jo 20.2-10).
     5) E havia uma pessoa que jamais se enganaria acerca do lugar onde o corpo de Cristo fora sepultado: José de Arimateia, dono do sepulcro.
     6) Mas se todos os seres humanos tivessem errado, o ser celestial que moveu a pedra jamais teria se enganado, quando disse às mulheres: “Ele não está aqui: ressuscitou como havia dito. Vinde ver onde ele jazia” (Mt 28.6).
     Portanto, é impossível negar a Ressurreição de Cristo! Tudo confirma que Ele ressuscitou. Não há, em toda a história da humanidade um acontecimento tão extraordinário e possuidor de tantos argumentos que comprovam sua realidade e autenticidade.
     Conta-se que um certo pastor, conversando com o fundador de uma seita que perguntava ao pastor se existia alguma fórmula de fazer sua seita prosperar e crescer, ouviu do pastor a seguinte resposta:
     “Ah, sua seita não está prosperando? Pois eu conheço uma fómula infalível de torná-la um sucesso e conhecida no mundo inteiro: Faça-se crucificar numa sexta-feira... e procure ressuscitar no domingo!” O fundador da seita olhou espantado para o pastor, deu meio-volta e afastou-se rapidamente. Ou seja: a Ressurreição de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo é um acontecimento único na História. Ninguém conseguirá repeti-lo!
Jefferson Magno Costa

Um comentário:

  1. Caro Pr. Jefferson,

    Gostaria que publicasse um artigo refutando os ensino heréticos do ex-pastor e agnóstico Bart D. Ehrman, pois o mesmo tem publicado obras com argumentos que contradizem a crença na inerrância das Escrituras. Ele é autor do livro: "O que Jesus disse? O que Jesus não disse?"
    No livro: "O problema com Deus" ele diz que se tornou ex-cristão por não conseguir entender como um Deus todo-poderoso e amoroso permite o sofrimento no mundo.
    Solicito-lhe este artigo por confiar em sua capacidade como teólogo e apologéta, pois muitos ao lerem as obras de Ehrman ficam com dúvidas e por isso precisam de um esclarescimento.
    Que Deus te abençoe mais ainda.

    Pb. Edinei

    ResponderExcluir

(Clique na imagem)

(Clique na imagem)

Visitantes recentes

Top 10 Members

.

.