terça-feira, 8 de novembro de 2011

EXISTE HARMONIA ENTRE A RAZÃO E A FÉ?

Jefferson Magno Costa
     Há pessoas que afirmam ser impossível obter-se sequer uma prova da existência de Deus através da razão. Crê-se na existência de Deus, na Bíblia como sua Palavra, e em Jesus Cristo como Salvador do mundo tão-somente fazendo-se uso da fé; mas provas racionalmente demosntráveis da existência de um Deus sabrenatural, ninguém seria capaz de apresentá-las, afirmam.
     Tais pessoas são conhecidas como fideístas. Idolatram a fé, e se limitam a ela. Por isso, a sua fé é cega. Acreditam que, quando se trata de fé, a razão (ou seja: a capacidade da mente humana raciocinar) não deve tomar parte. Por isso elas fecham os olhos e esforçam-se para continuar crendo, apesar de imaginarem que qualquer avaliação dos porquês de sua crença abalaria os fundamentos de sua fé.
     Tais pessoas estão perigosamente enganadas. "Eu creio, mas desejo compreender", dizia o teólogo italiano Anselmo de Cantuária (1033-1109). E este deve ser o lema de todo crente que deseja estar em condições de cumprir o que nos aconselhou Pedro: "... antes, santificai a Cristo como Senhor, em vossos corações, estando sempre preparados para responder, com mansidão e temor, a todo aquele que vos pedir a razão da esperança que há em vós" (1 Pedro 3.15).
     Em nossa trajetória em busca do conhecimento dos mistérios de Deus, não existe conflito entre a fé e a razão. Há crentes que desconhecem o quanto o uso da razão é importante em nossos esforços para penetrarmos os mistérios relacionados com a nossa salvação. É certo que é Deus quem revela esses mistérios.
     Porém, Ele nos fala tanto ao nosso coração como à nossa mente, para nos levar à certeza de que nossa fé está fundamentada em bases seguras. Ela não é cega, nem irracional.
     Diante disto, afirmamos convictamente que a Bíblia sairá triunfante como um livro verdadeiro, como Palavra da verdade, em qualquer análise a que for submetida. Nossa fé na Bíblia é uma fé possível de ser provada. Assim como existem provas racionais da existência de Deus, existem também inúmeras provas de que a Bíblia é realmente a Palavra da Verdade, e está acima de todos os livros existentes no mundo.
     Porém, os crentes que desconhecem esse fato preferem fechar os olhos e crer. Eles temem que, se os abrirem, ou seja: se sua fé for submetida ao teste da razão, eles se tornarão incrédulos.
     O teólogo inglês Ricardo Hooker fez o seguinte comentário sobre esses crentes: "Há um bom número de gente que pensa não poder admirar, como é preciso, o poder e a autoridade da Palavra de Deus, caso nas coisas divinas se possa atribuir qualquer força à razão humana. Por esse motivo nunca usam de boa vontade a razão, temendo levar a Bíblia a descrédito."
     Avisamos aqui a essas pessoas que elas podem ficar tranquilas: a Bíblia não corre esse perigo.

Jefferson Magno Costa

Um comentário:

  1. Um grande detalhe: Existe a fé errada, e também a razão errada, nula, falsa, inclusive irracional, 2 pontos errados dá uma razão nula. O problema é nossa cultura todos querem ter razão, sendo leigos e não buscando entender, achando justamente que fé é cega e razão é de quem vê, pelo que se crê se é.
    Razão é começo não fim, e fé tem finalidade e objetivos.

    ResponderExcluir

(Clique na imagem)

(Clique na imagem)

Visitantes recentes

Top 10 Members

.

.